segunda-feira, 1 de abril de 2013

Rosanne Mullolland fala da experiência de ter vivido a "Professora Helena de Carrossel.



Cortar a franja foi o primeiro passo para se despedir de vez da personagem mais marcante de sua carreira. Embora "Carrossel" deva ficar no ar até junho, Rosanne Mulholland não tem mais cenas para gravar como a doce professora Helena da novela que virou um grande sucesso entre a criançada. Do mesmo tamanho já é a saudade. "A despedida foi sofrida. Já fiquei triste com o fim de um trabalho, mas nunca como desta vez. Foi uma choradeira danada", lembra a atriz.
O receio que surgiu lá atrás com o convite para estrelar o remake se transformou hoje num alívio: "Fiquei feliz de ter arriscado. Remake é sempre um risco. Deu um certo medo, podia ser perigoso. Mas superou as expectativas de todo mundo. Tinha medo de que a professora Helena ficasse chata, mas consegui que ela ficasse encantadora".


Rosanne Mulholand Foto: Fábio Guimarães / Agência O Globo
A vida de Rosanne ficou em suspenso nos muitos meses que passou gravando "Carrossel". O marido, o músico Kelder Paiva, ficou no Rio, onde o casal vive, enquanto ela gravava sem parar em São Paulo. "O elenco, incluindo as crianças, era um família para mim. Me apaixonei por todos. De vez em quando, recebo um recadinho deles pelo celular. Era muito tempo junto", conta Rosanne.
Com o fim da experiência, ficou a vontade de trabalhar novamente com o universo infantil. "O trabalho com elas me inspirou e me deu várias ideias", diz a atriz, antes mais conhecida como uma das musas do cinema nacional graças a filmes como "Falsa loura" e o radical "A concepção": "Falei bricando quando acabei de gravar a novela que precisava agora ter um filho. Um dia espero que isso aconteça".

Fonte: Extra/Globo

Um comentário:

  1. ui que gata nossa rosane voce é muito linda

    ResponderExcluir